COVID-19:Compras com MB WAY continuam a aumentar

Abrir Formulário Newsletter
Newsletter
image

COVID-19: Compras com MB WAY continuam a aumentar

 

As transações efetuadas através de MB WAY continuam a registar um aumento, tanto nas compras físicas como nas compras online.

Os dados da SIBS apontam para a utilização crescente deste método de pagamento desde que o primero caso de COVID-19 em Portugal foi detetado, em conformidade com as recomendações das entidades de saúde que sugerem a utilização preferencial de formas de pagamento “sem contacto”.

 

O MB WAY está a ganhar peso nas compras realizadas pelos portugueses, com destaque para o aumento das transações físicas na rede Multibanco. O valor registado na semana de 20 a 26 de abril ficou 10 pontos acima da média antes do registo do primeiro caso do novo Coronavírus no país.

 

Na mesma semana, mas nas compras online, o número médio de transações com o MB WAY atingiu igualmente o valor mais alto desde que foi decretado o Estado de Emergência e superou, pela quarta semana consecutiva, a média registada antes da pandemia. O registo da semana em análise ficou 15 pontos acima do registado antes do primeiro caso registado, crescendo oito pontos relativamente à semana anterior, de 13 a 19 de abril.

 

Olhando para a média de transações na rede Multibanco e online em Portugal, as variações na última semana de Abril foram pouco significativas, mantendo-se praticamente inalterados os padrões de consumo dos portugueses. Comparando com a semana anterior verificou-se um aumento ligeiro de três pontos na média de compras em todos os canais físicos; nas compras online, a média de compras permaneceu inalterada face à semana de 13 a 19 de abril. Em comparação com a média anterior ao registo do primeiro caso em Portugal, as compras em loja representaram novamente cerca de metade da média; nas compras online, a média global ficou 15 pontos abaixo do valor médio registado entre 1 de janeiro e 1 de março.

 

Analisando o valor gasto por cada compra na rede Multibanco, a média caiu 3,3% para 38,1 euros, em comparação com os 39,4 euros da semana anterior; nas compras online, o valor médio subiu 2,3% para 40,6 euros, comparado com os 39,7 euros na semana anterior. Os valores médios por compra na semana de 20 a 26 de abril continuam consideravelmente acima da média do período antes da pandemia: no canal físico o valor é 10% superior e no online é 8,3% maior.

 

No eCommerce, os setores com maior crescimento face ao período antes da pandemia continuam a ser o do Entretenimento, Cultura e Subscrições – aumento de 57% - o da Restauração, Food Delivery e Take Away – aumento de 53% - e o do Comércio Alimentar & Retalho - subida de 44%. Na semana de 20 a 26 de abril, estes três setores juntamente com os das Farmácias & Parafarmácias, Perfumaria & Cosmética, Jogos & Brinquedos e Decoração & Artigos para o Lar, representaram 54% das transações online em Portugal, um ponto percentual abaixo da semana de 13 a 19 de abril.

 

Para mais informações, pode consultar o site www.sibsanalytics.com 

 

 

07.05.2020

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e esteja sempre a par das nossas novidades e eventos.
acepi
A ACEPI, Associação da Economia Digital, é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo promover o meio digital junto das Empresas, dos Consumidores e do Estado.
Torne-se associado da ACEPI

Uma iniciativa:

logosfooter_uma-iniciativa.png

Com o apoio:

logosfooter_com-apoio.png

Cofinanciada por:

logosfooter_confinanciado.png

Em parceria com:

logosfooter_em-parceria.png

Patrocinadores master:

Patrcoinadores_Master_novo_2020_12.png

Patrocinadores principais:

patrocinadores_principais_novo_2020_2.png (1)

Patrocinador:

patrocinador_novo_2020_2.png