COVID-19: Fatura e Assinatura Eletrónica crescem em Portugal

Abrir Formulário Newsletter
Newsletter
image

COVID-19: Fatura e Assinatura Eletrónica crescem em Portugal

 

A Vortal tem registado um crescimento na procura de soluções de fatura eletrónica, enquanto a Seres dá conta de um aumento do uso da assinatura eletrónica, resultado da maior digitalização do país.

 

Em breve, para trabalhar com Entidades Públicas vai ser obrigatório o envio de faturas eletrónicas e a Vortal indica que o crescimento de clientes na sua rede de faturação eletrónica tem sido assinalável. "Já são mais de 200 recetores e mais de 5000 emissores", indica a empresa em comunicado.

 

Dentro da plataforma da Vortal, começar a enviar faturas eletrónicas é um processo simples, sem instalação de software, alteração de sistemas ou até hardware. Basta que as empresas se registem no nosso portal e para começar a enviar as faturas.

 

A empresa é parceira da Saphety, gestora da maior rede de faturação eletrónica do país, e alerta as empresas para começarem a fazer os primeiros envios e verificarem as vantagens de reduzir o trabalho administrativo e aumentar a rapidez na receção e processamento das faturas pelos seus clientes.

 

 

Assinatura eletrónica a crescer

 

Impulsionada pelo contexto de pandemia e pela apetência de transformação digital, a assinatura eletrónica cresceu de forma significativa nos últimos meses, diz a SERES.

 

De acordo com o relatório do Banco Europeu de Investimento (European Investment Bank-EIB) que dá conta do ranking dos países com maior maturidade digital, Portugal está acima da média da União Europeia (EU) e dos Estados Unidos (EUA) para a "internet das coisas" no setor de infraestrutura e para plataformas no setor dos serviços. Desta forma, as taxas de adoção digital em Portugal estão acima da média da UE para todos os setores, exceto no da produção, e também acima da média dos EUA para os serviços e infraestruturas.

 

"Esta predisposição tecnológica e o contexto de pandemia do Covid-19 geram um aumento da procura por soluções de assinatura digital de documentos", indica a empresa, acrescentando que esta é uma  ferramenta que é atualmente considerada imprescindível e que tem como principais vantagens facilitar a digitalização de processos chave nas empresas, ao permitir economizar tempo, reduzir custos e eliminar o papel.

 

A SERES recorda que a legislação portuguesa prevê a utilização da assinatura digital no Decreto-Lei n.º 290-D/99, de 2 de agosto, que define a assinatura eletrónica como "um documento elaborado mediante processamento eletrónico de dados", estabelecendo que as assinaturas eletrónicas têm a mesma validade probatória que as manuscritas, sendo apenas necessário basear-se em certificados emitidos por entidades certificadoras credenciadas.

 

Segundo a empresa, o novo serviço de assinatura online agiliza os processos de contratação, oferece rastreabilidade do estado da documentação e integra os dados com os sistemas internos das empresas. A gestão documental eletrónica permite o processamento de forma maciça dos envios certificados com aviso de receção, a receção de documentos por um terceiro e a assinatura eletrónica de documentos como as apólices, contratos, folhas de pagamento, modelos, etc.

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e esteja sempre a par das nossas novidades e eventos.
acepi
A ACEPI, Associação da Economia Digital, é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo promover o meio digital junto das Empresas, dos Consumidores e do Estado.
Torne-se associado da ACEPI

Uma iniciativa:

logosfooter_uma-iniciativa.png

Com o apoio:

logosfooter_com-apoio.png

Cofinanciada por:

logosfooter_confinanciado.png

Em parceria com:

logosfooter_em-parceria.png

Patrocinadores master:

Patrcoinadores_Master_novo_2020_12.png

Patrocinadores principais:

patrocinadores_principais_novo_2020_2.png (1)

Patrocinador:

patrocinador_novo_2020_2.png