COVID-19: 60% das startups de Turismo que passaram pela Fábrica de Startups estão ativas

Abrir Formulário Newsletter
Newsletter
image

COVID-19: 60% das startups de Turismo que passaram pela Fábrica de Startups estão ativas

 

O Relatório de Impacto – Startups de Turismo revela que 60% das startups de turismo que, desde 2015, participaram em programas de criação e aceleração da Fábrica de Startups continuam ativas.

 

Entre fevereiro e março de 2020, a Fábrica de Startups realizou um estudo para analisar a evolução das mais de 380 startups e dos mais de 930 empreendedores que já passaram pelos seus onze programas de criação e aceleração de startups na área do turismo, ao longo dos últimos cinco anos.

 

De acordo com os dados recolhidos, é possível concluir que 60% das startups que participaram nos programas Discoveries e Tourism Explorers continuam ativas, 30% receberam algum tipo de investimento e 39% internacionalizaram o seu negócio.

 

Quando analisados em separado, a conclusão é de que 59% das startups que participaram no Discoveries continuam ativas (sendo que a maioria se encontra em fase de crescimento), 36% receberam algum tipo de investimento (71% diz ter recebido investimento privado) e 64% conseguiu internacionalizar o seu negócio (sobretudo na Europa Ocidental). No caso das startups que se encontram inativas, 48% dos inquiridos respondeu que foi por "falta de financiamento".

 

O Discoveries é um programa de aceleração, que se realiza desde 2015, em parceira com o Turismo de Portugal, e que tem como principal objetivo dinamizar o empreendedorismo no setor do turismo, em Portugal, apoiando startups nacionais e internacionais com elevado potencial.

Ao longo dos últimos cinco anos foram já muitas as startups de sucesso que aceleraram os seus negócios no Discoveries, como a Climber RMS, a B2Book.net e a Meduse.

 

No que diz respeito ao Tourism Explorers, é possível concluir que 60% das startups que participaram neste programa continuam ativas (mas em diferentes fases), 23% recebeu algum tipo de investimento (43% diz ter recebido investimento privado) e 13% conseguiu internacionalizar o seu negócio (sendo que a maior concentração recai sobre Espanha e o Brasil). Relativamente às startups que se encontram inativas, 42% dos inquiridos responderam que o motivo que os levou ao encerramento da empresa foram "problemas com a equipa".

 

O Tourism Explorers é um programa de ideação e aceleração de âmbito nacional, realizado em parceira com o Turismo de Portugal, desde 2017, que tem como objetivo fomentar a criação e desenvolvimento de startups de turismo em 12 cidades.

 

No Tourism Explorers também existem alguns casos de sucesso, que já resultaram, inclusive, em investimento por parte da Portugal Ventures, como é o caso da Sailside, da Try Portugal, da Bag4Days e da Live Electric Tours (que também foi galardoada com o prémio de Melhor Startup de Turismo em 2018, nos Startup Europe Awards, organizados pela Comissão Europeia, em parceria com a Fábrica de Startups).

 

Para a elaboração do Relatório de Impacto – Startups de Turismo foram realizadas chamadas telefónicas e questionários a 308 startups – de um universo de 380 –, que passaram pelos programas Discoveries e Tourism Explorers, nos últimos cinco anos.

 

 

01.07.2020

Newsletter

Subscreva a nossa Newsletter e esteja sempre a par das nossas novidades e eventos.
acepi
A ACEPI, Associação da Economia Digital, é uma organização sem fins lucrativos que tem como objetivo promover o meio digital junto das Empresas, dos Consumidores e do Estado.
Torne-se associado da ACEPI

Uma iniciativa:

logosfooter_uma-iniciativa.png

Com o apoio:

logosfooter_com-apoio.png

Cofinanciada por:

logosfooter_confinanciado.png

Em parceria com:

logosfooter_em-parceria.png

Patrocinadores master:

logosfooter_patrocinadores-master.png

Patrocinadores principais:

logosfooter_patrocinadores-principais.png

Patrocinador:

logosfooter_patrocinador.png